terça-feira, 26 de julho de 2011

Soneto antigo: "Instinto genésico"


Venho aqui revisitar um soneto antigo de minha autoria. Espero que apreciem:

Instinto genésico

Eu sinto agora o ufanoso sabor da tua pele
Adiante dos ares mais límpidos, introduzo-te;
Não há um prazer maior que eu vele,
Apenas fico comedido à tua frente, posto a olhar-te.

Porém, tu abres as tuas hastes de contento,
E eu me doo aos teus carinhos sobre o meu mento;
O suor brota em nossas faces, pelas horas demoradas.
Viscoso amor suplantado em carícias violentadas.

Grandioso, cansativo e aprazível movimento fundido.
Nossos corpos são agora uma única e mesma personagem;
Corramos neste instante para o destino de nossa imagem!

Há uma satisfação embutida em teu rosto definido.
De beleza trina, incluir-se-ia a inteligência sem miragem;
Acabamos por gozar a vida sem terminar a viagem.


12 de outubro de 2006.

* * *





15 comentários:

  1. PARABÉEEEEENS BENTUÚÚÚ ! talento de sobra

    Thais Cândido

    ResponderExcluir
  2. que talento!!!
    Parabens :):) adorei

    att. Marcelly

    ResponderExcluir
  3. Ae irmão!

    Muito legal, gostei heim! E essa foto, tava onde?

    Abs!

    ResponderExcluir
  4. Eu estava em Três Lagoas - MS.

    Obrigado pelo comentário, irmão. Agradeço também os comentários da Marcelly, Anônimo e Thais...

    ResponderExcluir
  5. Gostei Amigo
    Parabéns pelo Dom de Expressar Sentimentos em Forma de Poemas .

    ResponderExcluir
  6. Estes dois sonetos são merecedores de longos e efusivos aplausos.

    ResponderExcluir
  7. Muito obrigado pelos seus comentários Anônimo e Elica ^^

    ResponderExcluir
  8. Muito interessantes seus sonetos Edu, o primeiro ta um primor...Abração Amigo!

    Leandro Acacio

    ResponderExcluir
  9. muito bom
    vc escreve muito bem
    obrigada pelo apoio :)

    http://falandosobrealgo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. paaaaaaaaarabens edu, sao lindos e vc tem muuito talento !

    ResponderExcluir
  11. Muito obrigado Amanda e Rebeca pelos vossos comentários! ^^

    ResponderExcluir
  12. Não tenho nem palavras... São simplesmente P.E.R.F.E.I.T.O.S, parabéns!

    ResponderExcluir